• +55 11 4187-0450
  • Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Segunda-Quinta: 8h-18h / Sexta: 8h-17h

Dosimetria Pessoal

O que é Dosimetria Pessoal?

A dosimetria termoluminescente (TL) é a medida de doses de radiação pór meio de materiais que emitem energia durante aquecimento e esta energia pode ser relacionada à dose de radiação anteriormente recebida. Esses materiais são chamados de dosímetros termoluminescentes (TLDs).

A importância no desenvolvimento de um material para dosimetria está associada ao grau de complexidade que envolve as várias aplicações onde são necessárias medidas de energia por unidade de massa (dose).

Objetivo da Dosimetria Termoluminescente

O objetivo da dosimetria termoluminescente é determinar quanto de energia por unidade de massa do material (dose) foi absorvida durante a irradiação. Determina-se essa dose pelo acompanhamento da emissão da energia do material previamente exposto, durante o seu aquecimento. São obtidas, então medidas de intensidade de luz (infravermelha, visível ou ultra violeta).

Os materiais, que possuem propriedades termoluminescentes e que podem ser usados como dosímetros, são chamados de dosímetros termoluminescentes (TLDs).

Aplicações da Dosimetria Pessoal

  • Dosimetria pessoal – monitoramento da dose de radiação recebida por pessoas que trabalham rotineiramente com radiações em reatores ou técnicos em radiodiagnóstico e radioterapia em hospitais.
  • Dosimetria ambiental – monitoramento da dose de radiação criada a partir das operações em usinas nucleares, ou outros tipos de fontes nucleares, e o impacto dessa dose para o meio ambiente.
  • Dosimetria clínica – monitoramento da dose quando há exposição de pacientes à radiação nos diagnósticos em medicina e durante terapias.
  • Dosimetria de altas doses – monitoramento dentro de reatores nucleares ou durante a esterilização de alimentos.
  • Dosimetria em datação – determinação da idade de um material, na qual a termoluminescência natural é acumulada durante o seu tempo de existência.

O que fazer em caso de doses elevadas?

No caso de recebimento de relatório de doses constando doses acima dos limites estabelecidos o responsável deverá proceder como a seguir descrito:
  1. Para doses mensais entre 4,0 mSv e 50,0 mSv realizar uma investigação interna junto ao usuário que excedeu a dose e proceder com os exames laboratoriais. Arquivar o relatório da investigação juntamente com o relatório mensal de doses para possível inspeção da CNEN.
  2. Para doses mensais entre 50 mSv e 100 mSv realizar uma investigação interna junto ao usuário que excedeu a dose, proceder com os exames laboratoriais e enviar o relatório da investigação interna, juntamente com o relatório mensal de doses, para a Coordenação Geral do Grupo de Análise de Doses Elevadas (GADE/CNEN).
  3. Para doses superiores a 100mSv entrar em contato imediatamente com a Coordenação Geral do Grupo de Análise de Doses Elevadas (GADE/CNEN) para instruções de como proceder nesta situação e na análise da dose elevada recebida pelo usuário.

As melhores soluções em Proteção Radiológica

TEC-RAD Radioproteção

Rua Paraná, 70
Vila Odete - Carapicuiba - SP
Cep: 06321-210 - Brasil
Veja o mapa de localização

Entre em contato

+55 11 4187-0450
contato@tec-rad.com.br
Agende uma visita. Visitamos seu estabelecimento.

Janela PopUp Aholic